Proteínas intrinsecamente desordenadas: uma perspectiva sobre a infecção por covid-19 e a descoberta de medicamentos

peptides-proteins-hero-image

Por anos, os biólogos acreditavam que a sequência de aminoácidos de cada proteína determina sua estrutura tridimensional, o que, por sua vez, determina sua função. No entanto, há um grande grupo de proteínas e regiões que não possuem uma estrutura 3D fixa ou ordenada, mas ainda exibem atividades biológicas essenciais – as chamadas proteínas intrinsecamente desordenadas.

Acontece que essas proteínas intrinsecamente desordenadas podem ser a chave para superar problemas como neurodegeneração, diabetes, doenças cardiovasculares, amiloidose, doenças genéticas e câncer. Esta revista revisada por pares publicada na ACS Infectious Diseases revela uma análise do panorama deste tópico emergente e identifica insights críticos em áreas terapêuticas, desde SARS-CoV2 até doenças genéticas e cânceres. É um mergulho profundo nas descobertas sobre proteínas intrinsecamente desordenadas e oportunidades que permitirão um progresso mais rápido para terapias futuras. Leia a publicação completa aqui.

Back to top